RECONCILIAÇÃO DAS IGREJAS: UTOPIA OU ESPERANÇA?

Autores

  • . Editorial

Resumo

O Concílio Vaticano II abriu a mentalidade dos católicos ao Ecumenismo, se bem que o movimento ecumênico seja bem anterior. Desde os tempos da divisão nunca faltaram cristãos que alertaram e tentaram diversas iniciativas para reencontrar a unidade da Igreja. Limitando-nos aos precedentes mais imediatos do atual movimento ecumênico, vemos nos começos do século XX nascer diversas iniciativas, envolvendo Igrejas nascidas da Reforma protestante e ortodoxas, que terão como resultado a criação do "Conselho Mundial das Igrejas", em 1945, com sede em Genebra. Na Igreja católica romana o Cardeal Mercier e o Padre Couturier são, sem dúvida, os pioneiros mais conhecidos do ecumenismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2001-01-01

Como Citar

EDITORIAL, . RECONCILIAÇÃO DAS IGREJAS: UTOPIA OU ESPERANÇA?. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 33, n. 90, p. 157, 2001. Disponível em: https://www.faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/791. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Editorial