ESCATOLOGIA CRISTÃ E PRÁXIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v56n1p263/2024

Resumo

O objetivo do artigo é tratar da relação entre escatologia cristã e práxis, focando na dimensão escatológica do presente. Historicamente, a escatologia clássica se ocupou do futuro absoluto e ignorou o presente histórico. A vida presente era relegada à condição de provação. A escatologia era vista como uma futurologia cristã. As teologias da práxis, na segunda metade do século XX, descobriram a dimensão escatológica do presente. A escatologia passa a ser vista como a disciplina teológica que trata das realidades últimas a partir das penúltimas. O presente histórico conquista uma visibilidade escatológica. Ocupando-se do presente, a escatologia desenvolve um aspecto crítico e libertador. A metodologia do artigo é bibliográfica em sintonia com teólogos da práxis (teologia política, da libertação e da esperança) e com os comentaristas da dimensão prática da teologia. O per- curso metodológico reflete sobre a dimensão escatológica da atividade de Jesus, a densidade escatológica do presente histórico, o aspecto escatológico das teologias da práxis e a relação entre escatologia e ética.

PALAVRAS-CHAVE: Escatologia. Futuro. Presente. Práxis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-04-30

Como Citar

ALVES DE OLIVEIRA, Renato. ESCATOLOGIA CRISTÃ E PRÁXIS. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 56, n. 1, p. 263, 2024. DOI: 10.20911/21768757v56n1p263/2024. Disponível em: https://www.faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/5408. Acesso em: 18 jul. 2024.