A PROPOSTA DO PAPA FRANCISCO PARA O SÍNODO PAN-AMAZÔNICO DE 2019: SINODALIDADE, MISSÃO, ECOLOGIA INTEGRAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20911/21768757v51n1p15/2019

Resumo

O magistério do Papa Francisco gira em torno de três eixos: a sinoda­lidade como método, a missão como relevância do ser cristão para o mundo e a ecologia integral como horizonte de responsabilidade para o futuro da humanidade. No texto que segue, o Autor perscruta esse magistério em vista do “Sínodo para a Amazônia” a ser realizado em outubro de 2019, em Roma. O papa justificou a convocação desse Sínodo Pan-Amazônico com o pedido de algumas Conferências Episcopais da América Latina, de Pastores e fiéis de outras partes do mundo. O Sínodo Pan-Amazônico é dedicado à preservação de um bioma com seus habi­tantes e tem como ponto de partida o imenso território do qual fazem parte nove países: Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa e Brasil. Ao mesmo tempo, esse sínodo tem um horizonte planetário, já que Amazônia, que é considerada pulmão do mundo, está hoje com uma pneu­monia aguda (DAp, n. 475).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-04-29

Como Citar

SUESS, Paulo. A PROPOSTA DO PAPA FRANCISCO PARA O SÍNODO PAN-AMAZÔNICO DE 2019: SINODALIDADE, MISSÃO, ECOLOGIA INTEGRAL. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 51, n. 1, p. 15, 2019. DOI: 10.20911/21768757v51n1p15/2019. Disponível em: https://www.faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/4130. Acesso em: 21 jun. 2024.