IDENTIDADE E FUNÇÃO DA CONSCIÊNCIA MORAL

Autores

  • José Roque Junges

Resumo

A consciência tornou-se uma palavra chave do mundo moderno. Podemos dizer que o surgimento da modernidade se identifica com uma eclosão da consciência em todos os seus sentidos. A riqueza deste fenômeno faz com que esta palavra designe hoje diferentes realidades, não unívocas mas análogas. Por um lado engloba a liberdade de consciência que é um dos pilares da sociedade atual e um dos direitos fundamentais da pessoa humana. Este direito toma a sua forma na liberdade religiosa, no pluralismo de opiniões, no respeito á objeção de consciência etc. Por outro lado o despertar dos povos oprimidos está ligado igualmente a uma eclosão da consciência através de um processo de conscientização dos seus direitos e da situação injusta em que vivem. Isto significa uma superação da consciência ingênua e inautêntica e o surgimento de uma consciência crítica que se posiciona diante da situação de opressão e luta por superá-la.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1990-01-01

Como Citar

JUNGES, José Roque. IDENTIDADE E FUNÇÃO DA CONSCIÊNCIA MORAL. Perspectiva Teológica, [S. l.], v. 22, n. 57, p. 171, 1990. Disponível em: https://www.faje.edu.br/periodicos/index.php/perspectiva/article/view/1357. Acesso em: 18 maio. 2024.