O encontro com o Cristo-cabeça pelas transmissões de ações litúrgicas

Autores

  • Marcos Vieira das Neves

Resumo

A Constituição Sacrosanctum Concilium sobre a Sagrada Liturgia do Concílio Vaticano II afirma que, desde Pentecostes, a Igreja nunca deixou de se reunir em assembleia para celebrar o Mistério Pascal (SC 06). Do lado de Cristo adormecido na cruz nasceu o sacramento admirável de toda a Igreja que o faz sempre presente nela, especialmente nas ações litúrgicas: está presente no sacrifício da missa na pessoa do ministro, porque aquele que se oferece, agora, pelo ministério sacerdotal é o mesmo que se ofereceu na Cruz (SC 07). As ações litúrgicas, em seu caráter essencialmente comunitário e senciente (Zubiri) promove o encontro com Cristo na pessoa daquele que preside. Porém, a situação atual, carregada de ações litúrgicas realizadas e transmitidas pela TV ou on-line por redes sociais, nos desperta a pergunta: é possível o encontro com Cristo na pessoa daquele que preside quando acompanhamos uma ação litúrgica, sobretudo a missa, transmitida? Objetivando sistematizar argumentos que nos ajudem a responder tal questão, esta investigação muito mais que responder com um simples sim ou não quer fundamentar solidamente a questão, utilizando a metodologia hermenêutica para análise das afirmações trazidas pela Sacrosanctum Concilium, a encíclica Mysterium Fidei e textos afins.

Downloads

Publicado

2021-12-17