O Espírito Santo e a Assembleia litúrgica

Autores

  • Arthur José Torres da Conceição

Resumo

As restrições que se impuseram ao culto cristão neste longo tempo de pandemia chamaram a atenção para a comunidade que se reúne para celebrar. Essas situações impositivas, afetaram a manifestação principal da Igreja: a assembleia litúrgica. Diversas iniciativas continuam acontecendo para que, diante desses novos desafios, a consciência sobre a natureza da assembleia redescubra sua sacramentalidade e não seja retrocedida ou descaracterizada. Nesse âmbito precisamos retomar os ensinamentos do Concílio Vaticano II em suas fontes, princípios e documentos. Neles encontramos uma pneumatologia da liturgia subjacente na constituição litúrgica conciliar. Ao nos depararmos com a natureza da liturgia podemos constatar os temas do Espírito Santo e da assembleia em estreita relação. Nosso escopo será, então, reunir os extratos do Concílio e da teologia posterior para apresentar em linhas gerais o resultado dessa relação para o pensamento teológico hodierno. Para tanto, nosso método será a pesquisa bibliográfica. Com isso, compreenderemos que, mesmo em meio aos desafios impostos, a assembleia litúrgica permanece viva, sacramental e atual porque o Espírito Santo, que está na Igreja, continua na liturgia do templo e das casas operando a salvação realizada por Cristo no “hoje” da história.

Downloads

Publicado

2021-12-17