Novos modelos eclesiais Undergrounds

Autores

  • Flávio Lages Rodrigues

Resumo

A presente comunicação “Novos Modelos Eclesiais Undergrounds” analisa a Comunidade Caverna de Adulão em Belo Horizonte, onde procura pesquisar como ocorre a construção da relação entre cultura e religião com os jovens adeptos da música rock nas tribos urbanas. Essa construção relacional entre cultura e religião estabelece-se pela possibilidade de utilizar elementos culturais como o rock nas práticas religiosas na pós-modernidade. Observou o pensamento que permeia as culturas juvenis desde 1950, com o nascimento do rock, posteriormente observamos esses movimentos juvenis com seus desdobramentos de gêneros e subgêneros musicais no rock. A metodologia proposta para esse trabalho é constituída por análise da referência bibliográfica da obra de Michel Maffesoli. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. O autor aponta para um tempo onde os relacionamentos não são propostos pelo individualismo, mas pelo coletivo e pelo sentimento de estar-juntos. O pertencimento a uma tribo é a marca para os grupos juvenis, sendo uma escolha pessoal no processo de reconhecimento e na autonomia pós-moderna, que teve uma maior força com os movimentos juvenis de 1968.

Downloads

Publicado

2018-11-20