O CORPO CRISTÃO EM MICHEL HENRY

Ramón Eduardo Lara Mogollón

Resumo


Descobrindo novos caminhos da epistemologia, alternativos ao modelo científico, Michel Henry aprofunda no modelo de verdade do cristianismo. Com as ferramentas da fenomenologia reflete as contribuições da mensagem cristã colocando no pensamento contemporâneo a consideração da sabedoria como forma de relação do sujeito com o mundo, contudo, sempre colocando o corpo como o espaço que propicia esta possibilidade. No corpo fazemos experiência de nós mesmos como viventes, assumimos nossa condição de acolhida de uma vida que nos foi dada originariamente. No contexto do cristianismo visado pela reflexão de Michel Henry a experiência do corpo que se experimenta na vida é a experiência da carne que enuncia a autoafecção ou pathos constitutivo do sujeito como aquele que foi constituído na doação fundamental da vida, o Filho, Cristo.


Palavras-chave


Fenomenologia; Vida; Pathos; Autoafeccção; Corpo

Texto completo:

PDF